Obra na Igreja do Horto completa 20 anos e tem novo de conclusão

  • Postado em 19 de setembro de 2019
WhatsApp Image 2019-09-19 at 19.51.45

Por Saulo Mota

Iniciada há exatas duas décadas, a construção da Igreja Bom Jesus do Horto, em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, ganhou novo prazo para conclusão. Segundo moradores e fiéis antigos, o templo foi prometido por Cícero Romão Batista, conhecido popularmente como Padre Cícero. A construção da igreja, que começou em 1999, caminha a passos lentos, mas uma nova data para a conclusão da obra foi definida: abril de 2020.

Depois de ser paralisada inúmeras vezes por falta de verba, a obra foi retomada, por etapas, em 2018. As duas primeiras fases foram finalizadas em maio deste ano e consistiram na recuperação estrutural e impermeabilização do teto. A terceira etapa teve início no mês de agosto.

“Agora iremos fazer a pintura interna da igreja, a aplicação do granito em torno dela e o fechamento do templo com as esquadrias de vidro”, disse Francisca Maria, atual gestora da Colina do Horto. “Ao longo dos próximos anos, as próximas etapas serão concluídas, o mais importante é que teremos essa igreja aqui no Horto, para acolher todos os visitantes”.

As missas, que eram realizadas no espaço inacabado do templo estão suspensas desde outubro de 2017. Com o fim da obra, a previsão é que elas possam retornar ainda no primeiro semestre de 2020.


Foto: Saulo Mota

Arquitetura da Igreja

Projetada para ser o quarto maior templo católico do Brasil, a igreja do Horto, será composta por um altar, sacristia, sala do Santíssimo, escritórios e arquibancadas internas e externas com capacidade para receber 15 mil fiéis. Sua torre principal terá uma altura de 48 metros. Desenhos de imagens sacras também vão compor a estética do templo.

Todo seu projeto é assinado por arquitetos italianos, trazendo assim, técnicas modernas usadas na Europa. Além da arquitetura imponente, em forma de espiral, a Igreja carrega consigo o peso de ter sido um desejo antigo do Padre Cícero Romão Batista, patriarca juazeirense.

Dificuldades na construção

Toda a obra da igreja é realizada através das doações dos fiéis, mas o dinheiro arrecadado não vai apenas para a construção do templo como explica Francisca Maria. “Todas as doações que recebemos são utilizadas, em sua totalidade, na manutenção aqui do espaço. Na parte ambiental, urbanística e no desenvolvimento sociais.”

No dia 11 de maio de 2017 foi lançado o Projeto Luz do Horto. Trata-se de uma campanha solidária da administração do Horto realizada em parceria com a Enel para a capacitação de doações através da conta de energia elétrica. Porém, o projeto não funcionou muito bem, segundo a gestora do Horto, o objetivo é retomar a divulgação em outubro e assim conseguir captar mais recursos para então concluir a igreja.

NotaNoticiaNoCampus

css.php