Sudeste lidera produção de leite industrializado no 4° trimestre de 2018

  • Postado em 21 de maio de 2019
Vacas em ordenha

Por Vitorino Silva

A produção do leite no Brasil cresce ano após ano. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o Brasil ocupa a quarta posição no ranking dos maiores produtores do mundo – atrás apenas de EUA, Índia e China.

Rosangela Zoccal – pesquisadora da Embrapa – em matéria publicada pela revista Balde Branco com dados fornecidos pela FAO, afirma que entre 2000 e 2015 houve um aumento na criação de gado e, consequentemente, um crescimento superior a 70% na produção do leite brasileiro.

Em âmbito nacional, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizada a cada três meses, desde 1976, uma pesquisa sobre quantidade de leite adquirido in natura e  industrializado, de acordo com o número de informantes em cada estado e região do país, sem levar em consideração o processo de resfriamento do produto.

A produção do leite industrializado, produto que é destinado ao consumidor final, se destaca em relação ao leite adquirido. Baseado nas investigações realizadas pelo IBGE no quarto trimestre de 2018 (última atualização disponível) e divulgadas em março deste ano, pode-se afirmar quais partes do país mais produziu esse tipo de leite e quais produziram menos. O Sudeste lidera o ranking seguido das regiões Sul e Centro Oeste.

Ranking das regiões que mais produziram leite industrializado nos últimos três meses de 2018. Fonte: IBGE

De acordo com o IBGE, o Sudeste produziu mais de 2,6 bilhões de litros de leite industrializado e deste total, 64% só em Minas Gerais – estado onde também houve a maior quantidade de informantes.

A região Norte foi a que menos produziu e onde existe o menor número de produtores que forneceram seus dados ao IBGE. Quando comparada com as outras regiões do país, o Norte tem menos da metade dos informantes da região Sul, segunda colocada.

Número de produtores de leite que forneceram dados ao IBGE no 4° trimestre de 2018, dividido por regiões (Unidades). Fonte: IBGE

As informações do IBGE permitem dizer também qual estado do país, com o mínimo de informantes necessários, menos produziu leite entre outubro, novembro e dezembro de 2018: o estado de Roraima produziu apenas 397 mil litros de leite. O estado do Pará não obteve o número mínimo de informantes necessários que é de 4 produtores.

NotaDigitalII

css.php